Sebastião Moreira/EFE
Sebastião Moreira/EFE

Em São Paulo, Medina recebe medalha das mãos do governador

Jovem surfista brasileiro foi condecorado com a Medalha Mérito Esportivo e recebeu a honraria das mãos de Geraldo Alckmin

FELIPE RESK, O Estado de S.Paulo

19 de janeiro de 2015 | 16h17

Gabriel Medina vai levar mais uma medalha para casa mesmo sem ter voltado a subir na prancha. O jovem surfista brasileiro foi condecorado nesta segunda-feira com a Medalha Mérito Esportivo - uma homenagem ao título inédito no Circuito Mundial de Surfe, conquistado em dezembro. A honraria, recebeu das mãos do governador de São Paulo, Geraldo Alckmin. "Por encher o coração de todos os brasileiros de alegria", justificou o tucano.

Segundo o governador, a medalha tem o objetivo de homenagear atletas, pessoas ou entidades que tenham contribuído para o "engrandecimento do esporte nacional e mundial". "Esse é exatamente o caso de Gabriel Medina, que da praia de Maresias (em São Sebastião) para Pipeline, no Havaí, escreveu uma linda história sobre as ondas", afirmou.

"É uma honra estar aqui hoje, sendo recebido por vocês todos. Estou feliz de ter realizado meu sonho e representado a bandeira do Brasil e de São Paulo, de alguma forma. Sou campeão mundial, graças a Deus. Brasileiro com muito orgulho", comentou Medina, após receber a medalha.

Quando as imagens do título no Havaí foram reproduzidas no telão do Palácio dos Bandeirantes, sede do governo de São Paulo, o surfista não se segurou: com a dobra dos dedos, afastou, discretamente, as lágrimas que lhe escaparam. "Não esperava receber essa medalha do governador. Sei que é importante e poucos atletas receberam", disse. Sobre ser campeão mundial, comentou: "A ficha está caindo aos poucos".

O peso de ser campeão é que vem crescendo aos montes. "Ser ''o cara a ser batido'' é uma responsabilidade a mais", confessa, para depois completar: "Já alcancei meu objetivo, meu sonho. Quero competir sem pressão: o que vier é lucro". Versão que o padrasto e treinador do surfista, Charles Rodrigues, confirma. "Acredito que (nesta temporada) a pressão vai ser menor porque ele já conseguiu alcançar o título."

Com as atenções já voltadas para a próxima temporada, Medina inicia os treinamentos para o mundial nesta segunda, na praia de Maresias. A primeira etapa do torneio está marcada para o dia 28 de fevereiro, na Austrália. O surfista também confirmou sua participação na etapa de Maresias, do São Paulo Prime de Surfe, entre os dias 21 e 26 de julho, incluída oficialmente no calendário esportivo do Estado nesta segunda.

Tudo o que sabemos sobre:
surfeGabriel MedinaGeraldo Alckmin

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.