Carlo Borlenghi / SSL
Carlo Borlenghi / SSL

Em segundo no geral, Robert Scheidt luta pelo título nas Bahamas

Ao lado de Henry Boenning, o Maguila, bicampeão olímpico avançou à fase final da competição de vela

Estadão Conteúdo

08 de dezembro de 2017 | 22h06

O velejador brasileiro Robert Scheidt ratificou nesta sexta-feira a vice-liderança da primeira fase da SSL Finals - competição da classe Star disputada em Nassau, nas Bahamas - e neste sábado coloca novamente o seu barco nas águas para brigar pelo título. Com a boa colocação, o bicampeão olímpico e o proeiro Henry Boenning, o Maguila, entram direto na semifinal da competição. Ou seja, terão mais tempo para descansar e se preparar para buscar um lugar na decisão. Antes, serão disputadas as baterias válidas pelas quartas de final.

+ Vento fraco atrapalha e Scheidt perde liderança em competição nas Bahamas

No último dia de regatas da fase de classificação, Robert Scheidt e Maguila conseguiram um 5.º, um 11.º e outro 5.º lugares. Com isso, terminaram a etapa na segunda colocação com 52 pontos perdidos, contra 33 dos líderes Mark Mendelblatt/Brian Fatih, dos Estados Unidos, já classificados para a final. Em terceiro aparecem os italianos Diego Negri e Sergio Lambertenghi, com 60 pontos perdidos.

O Brasil contava com mais seis velejadores na SSL Finals. Além das duplas Torben Grael/Guilherme Almeida e Lars Grael/Samuel Gonçalves, os proeiros Bruno Prada (velejando com o suíço Freddy Loof) e Arthur Lopes (formando dupla com o alemão Hubert Merkelbach) completaram a lista. Nenhum avançou às fases decisivas.

Após as últimas três regatas da fase de classificação, Robert Scheidt fez uma análise do desempenho da dupla. "Foi suado, foi difícil. Corremos três regatas e só acertamos na última. Não estamos bem no contravento, mas estamos nos recuperando no popa. Temos que deixar o barco muito bem regulado se quisermos chegar no americano (Mendelblatt). Espero que amanhã (sábado) o vento esteja mais constante. Vamos aproveitar a vantagem de descansarmos nas quartas de final", afirmou o bicampeão olímpico.

Velejar de Star, barco que lhe rendeu duas medalhas olímpicas e três títulos mundiais, é sempre motivo de felicidade para Robert Scheidt. Ao lado de Henry Boenning, ganhou a medalha de bronze da SSL Finals no ano passado. Do total de quatro edições disputadas até agora, competiu em três. Além do título em 2013, conquistado ao lado de Bruno Prada, e o bronze no ano passado com Maguila, foi quinto colocado em 2014, também com Prada.

Tudo o que sabemos sobre:
Robert ScheidtVela

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.