Stacy Revere/AFP
Stacy Revere/AFP

Em seu 10º jogo do Super Bowl, Tom Brady faz planos para continuar jogando após os 45 anos

Quarterback do Tampa Bay Buccaneers tem 43 anos e busca sétimo título da NFL este domingo

Redação, O Estado de S.Paulo

02 de fevereiro de 2021 | 14h00

Restando poucos dias para o seu décimo jogo do Super Bowl, Tom Brady já faz planos para continuar jogando depois dos 45 anos. Hoje, o quarterback do Tampa Bay Buccaneers tem 43. Brady buscará no domingo o seu sétimo título do Super Bowl, um maior recorde na NFL. Para isso, terá de superar o Kansas City Chiefs de Patrick Mahomes, apontado como seu sucessor como o grande dominador da liga.

Após duas décadas como líder do New England Patriots, Brady retorna ao Super Bowl em sua primeira temporada com os Buccaneers, com quem assinou um contrato de dois anos. “Este é um esporte físico, de contato. Há muito treinamento e você tem de ter um comprometimento total”, disse ele. "Acho que saberei quando chegar a hora de ir. Não sei quando será, mas acho que saberei quando tiver dado tudo que pude para este jogo."

Embora considere ter disputado "uma temporada mágica", Brady não acredita que o Super Bowl de domingo tenha mais valor para sua carreira do que os nove anteriores. "Os anos são todos diferentes para mim, únicos por si próprios. Não os comparo com os outros momentos. São momentos mágicos da minha vida que não podem tirar de mim", declarou Brady.

O jogo de domingo será no estádio dos Bucs, algo bastante valorizado por Brady. “É tudo muito único. Estou feliz na minha própria cama, feliz comendo coisas boas em casa. Não tenho de viajar, empacotar minhas roupas e todas as outras bobagens. Acho que há coisas muito positivas para sair tudo isso", disse ele.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.