Em tempos de crise, Toyota apresenta carro pela internet

Lançamento de carro novo na Fórmula 1 costuma ser um grande acontecimento, cheio de pompa. Os novos e difíceis tempos da economia, no entanto, fizeram com que a Toyota apresentasse o seu carro para a temporada deste ano pela internet. Ontem, da sede da equipe, em Colônia, Alemanha, o time de maior orçamento da F-1 expôs fotos do modelo TF109 e o que pensam Jarno Trulli, Timo Glock, os pilotos, e os projetistas, Pascal Vasselon e Mark Gillan. Os planos da escuderia japonesa são mais modestos que os da Ferrari, a primeira a lançar seu modelo 2009. "Espero conquistar a primeira vitória de nossa equipe", afirmou Trulli. Segunda-feira a Ferrari utilizou o circuito de sua propriedade, Mugello, para reunir a imprensa e apresentar o F60. Tudo muito simples e de custo reduzido. A ordem é não gastar, até no mais milionário esporte do mundo. A Williams nem sequer apresentará o seu FW 31. O levará direto para o primeiro ensaio em pista na segunda-feira, no autódromo de Portimão, em Portugal, mesmo procedimento adotado pela Renault com o R29, de Fernando Alonso e Nelsinho Piquet. A exemplo do F60 da Ferrari, o TF109 da Toyota sugere que Vasselon e Gillan optaram por soluções convencionais ao desafio de engenharia que representa o novo regulamento. A Toyota não vai começar o campeonato usando o revolucionário sistema de recuperação de energia (Kers). Já a Ferrari não definiu ainda se disputa o GP de abertura, na Austrália, com o Kers. Hoje é a vez de a McLaren lançar o MP4/24. Apesar de ter a Mercedes como sua maior sócia, com 40% de participação, o vai apresentar na sede do time, em Woking, Inglaterra. É o carro do campeão do mundo, Lewis Hamilton. A partir de segunda-feira, participarão do primeiro teste do ano, no autódromo do Algarve, Ferrari, McLaren, Renault, Toyota e Williams.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.