Embalado, Fluminense tenta ampliar bom início de ano diante do Resende

Diferentemente do último ano, quando estreou com derrota na temporada e demitiu o técnico Eduardo Baptista ainda em fevereiro, o Fluminense venceu os dois primeiros jogos de 2017 e quer manter o bom momento. Nesta quarta-feira, às 16h30, o time enfrenta o Resende, no estádio de Moça Bonita, em Bangu, e tenta ampliar a boa fase no duelo pela segunda rodada da Taça Guanabara, a primeira fase do Campeonato Carioca.

Thiago Rabelo, especial para a AE, Estadao Conteudo

01 Fevereiro 2017 | 06h46


A estreia no torneio estadual foi com um 3 a 0 sobre o Vasco. Já o Resende, adversário desta quarta, ficou apenas no empate com o Volta Redonda e tenta conquistar a primeira vitória no Carioca. Além de vencer o Vasco, o Fluminense também superou o Criciúma, na partida de abertura da Copa da Primeira Liga, por 3 a 2.


Com um time reformulado por conta das saídas de Wellington Silva, William Matheus e Cícero, a diretoria foi ao mercado e trouxe os equatorianos Orejuela e Sornoza, dupla que tem agradado à torcida neste início de temporada. Outra novidade é o lateral direito Lucas, ex-Botafogo e Palmeiras.


Para o terceiro jogo no ano, o técnico Abel Braga não deve fazer mudanças. Promessa e aposta do clube na temporada, o centroavante Pedro sente dores no tornozelo e desfalca o time no jogo desta quarta-feira. Desta forma, Henrique Dourado e Wellington seguem como titulares no ataque da equipe.


Além de Pedro, o atacante Richarlison também desfalca o time. O jovem está com a seleção brasileira sub-20 e só deve retornar após o dia 11, data da última rodada do hexagonal final do Sul-Americano.


Autor de dois gols na primeira rodada, o atacante Jhulliam é a principal arma do Resende para superar um dos gigantes da competição. Além do artilheiro, o time conta com o meia Marcel, ex-jogador de Corinthians, Grêmio e Palmeiras.

Mais conteúdo sobre:
futebol

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.