Empate faz do Atlético bicampeão no domingo

Equipe de Dorival Junior bate por 2 a 1 o Cruzeiro, que tem Montillo expulso no fim. Cuca atribui revés ao desgaste físico

Marcelo Portela, O Estado de S.Paulo

09 de maio de 2011 | 00h00

O Atlético saiu na frente na decisão do Campeonato Mineiro ao vencer o Cruzeiro ontem, por 2 a 1, na Arena do Jacaré, em Sete Lagoas. O time atleticano busca o bicampeonato e tirou a vantagem que o adversário possuía de jogar por igualdade de resultados na decisão. Domingo, fica com o título com um empate.

A missão do Cruzeiro de reverter o resultado que agora é favorável para o arquirrival ficou mais difícil com a expulsão, aos 45 minutos do segundo tempo, do argentino Montillo, por jogo violento.

O placar foi definido ainda no primeiro tempo. Com quatro minutos de jogo, Mancini abriu o marcador, para alegria da torcida atleticana, a única presente no estádio. Só aos 26, Wallyson empatou para o Cruzeiro. Mas dez minutos depois, Patric colocou o Galo de novo à frente.

O técnico do Cruzeiro, Cuca, atribuiu a derrota de ontem ao "desgaste físico" do time após a desastrada eliminação da Libertadores para o Once Caldas, na quarta-feira. "Mas agora temos uma semana inteira para descansar", afirmou o treinador.

Já o treinador atleticano, Dorival Júnior, festejou a vantagem que seu time tem agora na decisão. "Foi uma partida digna de um clássico. Com muita velocidade e marcação. Embora a vitória não tenha decidido nada, nos deu uma vantagem", observou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.