Emprestados sem espaço

O técnico Luiz Felipe Scolari já comunicou a diretoria que dos jogadores que voltam de empréstimo ao Palmeiras só lhe interessa a permanência do goleiro Bruno e do volante Pierre. Os demais, o treinador já avisou que não quer nem que eles treinem junto com o grupo.

O Estado de S.Paulo

18 de dezembro de 2011 | 03h03

O comandante espera que os "desprezados" tenham personalidade ao saber da rejeição. "Já foi comunicado que não quero eles. O Palmeiras tem de sentar com os empresários e discutir se os jogadores vão ficar treinando no time B ou terão personalidade para ir atrás de outro clube", disse o treinador, que continuou seu recado. "Tem jogador que quer sombra e água fresca. Vamos ver quem vai se esforçar para sair", completou.

No total, 14 jogadores voltam. Bruno e Pierre devem ficar. Wendel e Luis têm contrato até o fim do ano. Os demais terão de procurar clubes, casos de Vitor, Luís Felipe, Maurício Nascimento, Gualberto, Souza, Felipe, Deyvid Sacconi, William, Daniel Lovinho e Miguel./ DANIEL BATISTA

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.