Episódio da maconha gera pena de três meses para Phelps

Nadador recebe a punição da Federação Norte-Americana como uma 'lição' por consumir a droga numa festa

AE, Agencia Estado

06 Fevereiro 2009 | 00h21

A Federação Norte-Americana de Natação (USA Swimming) anunciou, na madrugada desta sexta-feira, que Michael Phelps foi suspenso por três meses de todas as competições da categoria. O recordista de ouro olímpico foi punido por ter sido fotografado fumando maconha numa festa universitária em novembro do ano passado.  Veja também: Após incidente, Phelps cogita não competir em Londres 2012  Patrocinador avisa que não renovará contrato com Phelps A Federação ainda anunciou que suspendeu o apoio financeiro que dava a Michael Phelps - a verba só será repassada ao atleta após os três meses. "Está não é uma situação que se tenha violado as regras antidoping", afirma a entidade. "Mas decidimos pela punição para dar uma mensagem clara para Phelps de que ele decepcionou muitas pessoas, principalmente às centenas de crianças que se filiaram à Federação e que tinham o nadador como um modelo a se seguido." Dono de oito medalhas de ouro em Pequim, Michael Phelps aceitou voluntariamente a punição e disse que fará todo o possível para recuperar a confiança dos torcedores. Essa não foi a única má notícia para Phelps. A empresa de alimentos Kellogg, uma das patrocinadoras do supercampeão olímpico, anunciou que não renovará o contrato com o atleta em razão do ocorrido.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.