Equipe Astana não é convidada para a Volta da França

O atual campeão, Alberto Contador, está na equipe, que está fora por causa dos escândalos de doping

Efe

13 de fevereiro de 2008 | 17h44

A empresa ASO, organizadora da Volta da França, decidiu não convidar a equipe Astana para a edição de 2008 da competição, "devido aos danos causados pela equipe ao Tour e ao ciclismo em geral, tanto em 2006 como em 2007". O espanhol Alberto Contador, vencedor do Tour de France em 2007, compete atualmente pela Astana. Segundo uma nota da ASO, a Astana - que esteve envolvida em casos de doping - "traiu em 2007 a confiança dos organizadores", que disseram ter acreditado em uma renovação prometida por parte dos dirigentes da equipe.O comunicado da empresa organizadora diz que a companhia permanecerá atenta "aos esforços da Astana durante a temporada 2008" para voltar a avaliar seu desejo de competir nas provas da ASO. O presidente da União Ciclística Internacional (UCI), Pat McQuaid, disse hoje não entender a decisão da ASO de excluir a Astana de seus eventos. "Não compartilho dos motivos alegados pela empresa para excluir uma equipe que fez de tudo para limpar seu passado", disse.O diretor do Tour de France, Christian Prudhomme, afirmou que a decisão da ASO não é direcionada contra Alberto Contador, e assegurou que o atual campeão do Tour de France poderá competir na edição deste ano caso mude de equipe. "Temos o dever de proteger o Tour de France. O ciclismo precisa recuperar sua credibilidade", afirmou Prudhomme.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.