Equipe de bobsled sofre acidente no treino em Turim

A equipe brasileira de bobsled sofreu um acidente no treino desta terça-feira em Turim, na Itália. Edson Bindilatti, Márcio Silva, Ricardo Raschini e Claudinei Quirino se preparavam para a estréia nos Jogos Olímpicos de Inverno, no sábado, quando o trenó virou na pista de Cesana Pariol. Mas ninguém saiu ferido. "Foi um bom treino. É claro que a primeira descida é mais complicada, mas vamos melhorar", declarou Edson Bindilatti, responsável por frear o trenó, ao site do COB.O trenó, pilotado por Raschini, virou logo na primeira descida. Mas, mesmo com ele virado, os brasileiros completaram o percurso, marcando o tempo de 1m01s88. Já na segunda etapa de testes, a equipe brasileira atingiu a velocidade de 126km/h e marcou 59s64. "Bati o ombro, mas estou bem. A segunda descida foi melhor, acho que estaremos bem até o dia da prova", disse Claudinei Quirino, que era reserva da equipe e vai disputar a prova no lugar de Armando dos Santos, cortado por doping.Os brasileiros participarão da prova de bobsled na sexta e sábado. Eles deverão percorrer, dentro de um carrinho com lâminas (parecido com um trenó), uma pista de gelo com curvas e retas, que tem 1,5 quilômetro de extensão. Quem for mais rápido é o vencedor.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.