Equipe de florete perde na semifinal e vai disputar mais um bronze na esgrima

O Brasil já ganhou quatro medalhas de bronze na esgrima dos Jogos Pan-Americanos e tem a chance de faturar mais uma neste sábado, no último dia das competições desta modalidade. Afinal, a equipe feminina de florete está classificada para a disputa do terceiro lugar, contra o México, às 18h05 (de Brasília).

DEMÉTRIO VECCHIOLI, Estadão Conteúdo

25 de julho de 2015 | 13h29

Na manhã deste sábado em Toronto, o time formado por Taís Rochel, Gabriela Cecchini e Bia Bulcão venceu o Chile nas quartas de final, por 45 a 19, mas na sequência foi derrotado pelos Estados Unidos na semifinal. As americanas, terceiras do ranking mundial, venceram fácil, por 45 a 26.

Independente dos resultados deste sábado - o Brasil ainda compete por equipes no florete masculino -, o País já tem seu melhor desempenho em Jogos Pan-Americanos em termos quantitativos. Afinal, subiu ao pódio quatro vezes, contra três em Guadalajara (2011) e no Rio (2007).

Em Toronto, o Brasil ganhou medalha de bronze com Renzo Agresta, no sabre, Nathalie Moellhausen, na espada, Ghislian Perrier, no florete, e com a equipe feminina de espada. A disputa do florete feminino por equipes não está no programa dos Jogos do Rio-2016 porque existe um rodízio de armas e uma delas fica de fora em cada edição da Olimpíada.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.