Equipe do Brasil tem semana de decisão na Copa Davis

Sem Gustavo Kuerten, ainda em longa recuperação nos Estados Unidos, e com jogadores vindo de resultados apenas razoáveis, o tênis brasileiro entra numa semana decisiva e joga em Cuenca, diante do Equador, por uma vaga no playoff do Grupo Mundial.O técnico e capitão Fernando Meligeni confia muito no espírito de equipe, mas vai precisar administrar vaidades pessoais do time para superar um adversário perigoso e, sobretudo, as dificuldades de um lugar a 2,5 mil de altitude, em que as crises respiratórias são uma ameaça e a pouca resistência do ar faz com que o controle de bola seja uma loteria.A equipe brasileira já está treinando desde este domingo em Cuenca. Alguns jogadores como Marcos Daniel, Ricardo Mello e André Sá chegaram de um torneio do México e encontraram-se com Flávio Saretta, o reserva André Ghem, que desembarcaram sábado no Equador, junto com a comissão técnica.Na segunda-feira, o Brasil deve ter um novo número 1. Flávio Saretta reassume a liderança no lugar de Marcos Daniel. A condição de número 1 do Brasil, embora com ranking beirando os cem primeiros, passa a ser importante em termos estratégicos para a Copa Davis. Pela atual regulamentação da competição, os números 1 de um país se cruzam com os 2 do outro no primeiro dia de jogos. E no domingo, a primeira partida do dia sempre reúne os dois números 1 e, numa eventual necessidade de quinto jogo, a decisão ficaria para os números 2 de cada time.?O primeiro dia de treinamento neste domingo foi muito bom. Os jogadores que vieram do México, onde disputaram um challenger, chegaram com um bom tempo de bola. Ficaram uns dez dias na altitude e esse é um ponto positivo, por que a gente já sabia que a bola iria voar aqui em Cuenca.?, afirmou Meligeni.Os jogos de Brasil e Equador serão de sexta-feira a domingo no Cuenca Tênis e Golfe Clube. A equipe do Equador conta com os irmãos Nicolas e Giovanni Lapentti.

Agencia Estado,

03 de abril de 2006 | 09h43

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.