Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Equipe mostra cautela ao falar de Pequim

Uma dos pontos que mais chamaram a atenção na chegada da seleção brasileira feminina de vôlei ao Brasil foi a preocupação de todos em evitar a idéia de que a vitória no Grand Prix coloca o time na condição de favorito ao ouro em Pequim. "Eu tenho ressaltado isso para não sermos pegos em nenhuma armadilha", observa o técnico José Roberto Guimarães. Segundo ele, "o consenso de todos os treinadores é de que há um equilíbrio muito grande haja vista que a Rússia não participou do torneio para treinar e a Sérvia ficou fora."O treinador fez um balanço dos pontos positivos e negativos do grupo no Grand Prix. "O que ficou de positivo é a concentração que essas meninas tiveram o tempo inteiro, o foco, a determinação nos treinamentos", conta. Mas ainda há muito trabalho pela frente até Pequim. "A gente sabe que pode melhorar coisas importantes como, por exemplo, a defesa, a relação bloqueio-defesa e os contra-ataques. Neste último fundamento, ainda podemos diminuir o número de erros."

O Estadao de S.Paulo

16 de julho de 2008 | 00h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.