Equipe olímpica pode treinar em campo do Exército

O técnico Mano Menezes teve mais trabalho ontem, além de convocar a seleção brasileira para o amistoso do dia 28 de fevereiro com a Bósnia. Durante a tarde, ele visitou a Escola de Educação Física do Exército, na Urca. Mano foi conhecer o local, cotado para servir de base para os treinamentos da seleção olímpica antes do embarque para Londres. O período de treinos no Brasil será de 10 a 17 de julho.

O Estado de S.Paulo

15 de fevereiro de 2012 | 03h05

Durante a visita, Mano estava acompanhado do diretor de seleções da CBF, Andrés Sanchez, do diretor de comunicações da entidade, Rodrigo Paiva, e do administrador Guilherme Ribeiro.

Anteontem, o pessoal da CBF esteve na Gávea. Um dos pontos positivo das instalações da sede do Flamengo é ser próximo do hotel em São Conrado em que a equipe olímpica ficará hospedada durante o período de treinos no Rio de Janeiro.

A CBF pretende anunciar o local que receberá a seleção olímpica nos próximos dias. Como Mano gostou bastante das instalações do Exército - o local conta com um campo de grama natural, academia e alojamentos -, é a tranquilidade e pouca presença de torcedores -, não está descartada a hipótese de os dois locais serem utilizados.

Mano confirmou ontem que vai levar três jogadores com idades acima de 23 anos para os Jogos de Londres. No entanto, não quis adiantar nomes, "até porque será preciso uma negociação bastante delicada com os clubes''.

Esses jogadores devem ser escolhidos entre os que atuam na Europa, por sua experiência internacional. Um dos mais cotados é o zagueiro Thiago Silva, do Milan. A zaga, aliás, é uma região carente de novos talentos. Tanto que, ontem, Mano não chamou nenhum novato como zagueiro.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.