Equipes profissionais de ciclismo abandonam licença ProTour

Em comunicado, diretores disseram 'trabalhar para desenvolver um novo sistema de organização' da competição

EFE

15 de julho de 2008 | 15h42

As 17 equipes profissionais que disputam a Volta da França anunciaram sua renúncia à licença ProTour, deixando as competições da organização. Além disso, foi acertado com os realizadores das três maiores provas - Volta da França, Volta da Espanha e Giro da Itália - um novo projeto comum, ao qual foi convidada a União Ciclista Internacional (UCI). Em comunicado conjunto, as equipes disseram estar "trabalhando para desenvolver um novo sistema de organização do ciclismo profissional" para substituir o iniciado pela UCI em 2004, que nunca contou com o apoio dos organizadores das três maiores provas do Calendário. A decisão foi adotada de forma unânime durante uma reunião dos diretores de equipes na cidade francesa de Pau, durante o primeiro dia de descanso da Volta da França.  

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.