Equipes protestam contra doping na Volta da França

Franceses e alemães repudiam a divulgação de diversos exames de ciclistas pegos no antidoping

25 de julho de 2007 | 09h03

As equipes franceses Ag2r, Agritubel, Bouygues, Cofidis, Crédit Agricole e Française des Jeux, e as alemãs Gerolsteiner e T-Mobile fizeram nesta quarta-feira um protesto contra o doping, antes do início da 16.ª etapa da Volta da França, disputada entre Orthez e Col d'Aubisque Minutos antes da largada, os corredores destas equipes, que na terça fundaram o 'Movimento por um Ciclismo Crível', se sentaram na estrada para repudiar o doping.  A Volta da França divulgou na terça que o exame de doping do atleta do Casaquistão Alexandre Vinokourov deu positivo. O ciclista, um dos favoritos, foi excluído pela equipe suíça Astana de imediato. A Astana aceitou deixar o Volta da França por causa do incidente, a pedido da organização.

Tudo o que sabemos sobre:
volta da Françadoping

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.