Érika Miranda também perde na estreia no judô

Diante da sul-coreana Kyung-Ok Kim, brasileira deu adeus ao sonho da medalha na categoria até 52 kg

AE, Agência Estado

29 de julho de 2012 | 07h58

Depois de um ouro e um bronze no primeiro dia do judô em Londres, neste domingo o desempenho dos judocas brasileiros na Olimpíada foi frustrante. Assim como Leandro Cunha, Érika Miranda também foi eliminada na estreia e já deu adeus ao sonho da medalha na categoria até 52kg. Se na véspera foram nove vitórias do Brasil em dez lutas, neste domingo o País só acumulou derrotas.

Terceira favorita pelo ranking olímpico, Érika chegou carregando a expectativa de mais uma medalha do judô em Londres e encarou, depois de ficar de bye na primeira rodada, a sul-coreana Kyung-Ok Kim, 23.ª do ranking, rival que a brasileira vencera duas vezes em confrontos anteriores no Circuito Mundial.

E as duas fizeram uma luta dura, com a coreana pontuando primeiro, com um yuko. Érika só conseguiu empatar graças a dois shidos recebidos pela rival, o que configura também um yuko, a pontuação mínima.

Por conta da igualdade, a luta foi para o golden score. E ali brilhou a técnica de solo da coreana, que, aos 26 segundos, conseguiu finalizar a brasileira, que bateu e configurou o ippon e a vitória da rival.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.