Érika Monteiro perde na semi e luta pelo bronze no Mundial

Mineira chegou muito perto do feito inédito para brasileiras, mas parou na portuguesa Telma Monteiro

15 de setembro de 2007 | 22h24

Érika Miranda chegou perto de um feito inédito no judô feminino brasileiro, uma final no Mundial de judô, mas parou, neste sábado, na portuguesa Telma Monteiro, que derrotou a judoca mineira de apenas 20 anos em uma decisão polêmica do árbitro central, que a puniu por falta de combatividade logo no início da luta, ponto que no fim acabou pesando muito. Até a metade da luta, a brasileira sofreu duas punições contra uma da portuguesa. No minuto final, Telma poderia ter levado uma outra punição, mas os juízes não deram, o que causou revolta no público que lotava a Arena Multiuso, no Rio. Agora, Telma precisa vencer a japonesa Yuka Nishida para conquistar o bronze e igualar se igualar às suas companheiras Edinanci Silva (que tem dois em seu currículo em mundiais) e Danielle Zangrando, que conseguiu um em 1995.

Tudo o que sabemos sobre:
Mundial de judôÉrika Monteiro

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.