Esgrimista será a porta-bandeira dos EUA em Londres

A esgrimista Mariel Zagunis foi anunciada na quarta-feira como porta-bandeira da delegação norte-americana no desfile de abertura da Olimpíada de Londres, que acontece na sexta-feira.

STEVE KEATING, Reuters

25 de julho de 2012 | 20h36

Zagunis se tornou a primeira esgrimista dos EUA em cem anos a conquistar uma medalha de ouro olímpica, em Atenas-04, feito que repetiria em Pequim-08.

A escolha dela foi feita numa votação entre os 529 integrantes da equipe olímpica norte-americana. Entre os outros candidatos ao posto estavam os jogadores de basquete Kobe Bryant e LeBron James.

"Como atleta, não posso imaginar honra maior do que comandar a equipe dos EUA nos Jogos Olímpicos, que são o apogeu do esporte e uma plataforma para a paz mundial", disse Zagunis em nota divulgada pelo Comitê Olímpico dos EUA.

"Estou tremendamente orgulhosa por representar meu esporte, nossa equipe e, o que é mais importante, os Estados Unidos da América."

Número 1 do sabre feminino mundial, Zagunis foi, além de bicampeã olímpica, campeã mundial individual em 2009 e 2010. É a terceira vez que os EUA terão um atleta de esgrima como porta-bandeira. A anterior foi Janice Lee Romary, em 1968.

Tudo o que sabemos sobre:
OLIMPEUAPORTABANDEIRA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.