Espanha descarta favoritismo na decisão do futsal

A Espanha é a atual bicampeã do mundo de futsal. Não perdeu uma única partida neste Mundial - apenas empatou com o Irã por 3 a 3, logo na estréia, e venceu os sete jogos seguintes. Mesmo assim, o técnico José Venancio passa para o Brasil o favoritismo na final de domingo, no Maracanãzinho. "A seleção brasileira é a equipe que está apresentando o melhor futsal do campeonato", disse o comandante da Espanha. "Está claro que o Brasil tem conseguido manejar muito bem as partidas com inteligência tática, o que era difícil de ocorrer no passado."Venâncio está acostumado a confrontos com o Brasil. Nos dois mundiais que a equipe brasileira foi batida pela Espanha, na final de 2000 e nas semifinais de 2004, ele era o auxiliar-técnico de Javier Lozano. Em ambos os casos, a seleção brasileira era considerada favorita.A pressão da torcida brasileira não assusta o treinador, que aponta a frieza e o controle dos nervos como qualidades da seleção espanhola. Fatores determinantes para a vitória diante da Itália, na semifinal, com um gol controverso no último segundo da prorrogação. "A Espanha é uma equipe que sabe competir em qualquer situação", explicou Venancio. "Estamos bem preparados. Apesar do jogo desgastante contra os italianos, estamos tendo tempo de nos recuperar para a decisão."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.