Espanha sofre para ficar com o terceiro lugar

Equipe europeia vence a África do Sul por 3 a 2 com um gol de falta na prorrogação

RUSTENBURGO, O Estadao de S.Paulo

29 de junho de 2009 | 00h00

Emoção e gols não faltaram na decisão do 3º lugar da Copa das Confederações, ontem em Rustenburgo. A Espanha ganhou por 3 a 2 da África do Sul, mas teve de usar todas as forças para chegar ao resultado, conquistado na prorrogação, com um gol de falta de Xabi Alonso.Por ter dado muito trabalho aos favoritos, o técnico da África do Sul, Joel Santana, considerou "boa" a participação de sua equipe, que só ganhou da Nova Zelândia em cinco jogos. "Foi uma experiência positiva e agora vamos nos preparar melhor para a Copa do Mundo", prometeu o treinador brasileiro.Segundo Joel, a derrota para o Brasil na fase semifinal afetou o moral de seu time. "Foi uma competição para ganharmos experiência. Assim que superamos o nervosismo inicial, o desempenho foi melhorando. E nos consideramos uma seleção no mesmo nível das outras."A aposta de Joel no futuro é o atacante Mphela, autor dos gols de sua equipe. "Ele é um excelente centroavante. Chuta bem de longa distância e pode definir um jogo." Os gols no tempo normal saíram no segundo tempo. A África do Sul saiu na frente com Mphela, mas Güiza virou o jogo em dois minutos; depois, Mphela empatou, de falta. Na prorrogação, Xabi Alonso, também de falta, definiu o placar final: 3 a 2.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.