Espanha vence e encerra série vitoriosa do Brasil

A Espanha surpreendeu neste domingo ao quebrar a invencibilidade de 163 jogos da seleção brasileira de futsal, na final do Grand Prix, disputado em Anápolis (GO). Os espanhóis venceram os donos da casa por 2 a 1. Falcão, que buscava seu 300.º gol, passou em branco na partida.

AE, Agência Estado

24 de outubro de 2010 | 14h00

Com a vitória, a Espanha se vingou da derrota sofrida para o Brasil, nas cobranças de pênalti, na final do Mundial de 2008. Já os brasileiros perderam pela primeira vez o título do Grand Prix, criado há seis anos.

Os gols dos espanhóis foram marcados pelo ala Rafa Usín e pelo fixo Ortiz, ambos no primeiro tempo. Mas o principal jogador da equipe foi o goleiro Luis Amado, que fez grandes defesas e evitou que o Brasil balançasse a redes na etapa inicial.

Depois de colocar em quadra o goleiro Tiago, os alas Gabriel e Vinícius, o fixo Ciço e o pivô Wilde no início, o técnico Pipoca escalou o fixo Carlinhos e o pivô Vander Carioca. Falcão já havia entrado no decorrer do primeiro tempo.

Com essas mudanças, o Brasil começou melhor na segunda etapa. Vinícius acertou a trave e aumentou a tensão do jogo. Em jogada individual, Fernandinho descontou e manteve as esperanças dos donos da casa.

Empurrada pela torcida, a seleção brasileira passou a pressionar, com finalizações constantes no gol de Luis Amado. Mas o goleiro continuou a mostrar grande forma e segurou a vitória apertada dos espanhóis até os segundos finais da decisão.

Tudo o que sabemos sobre:
futsalGrand PrixBrasilEspanha

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.