Manan Vatsyayana/AFP
Manan Vatsyayana/AFP

Espanhol Marc Márquez volta a ganhar e iguala recorde na MotoGP

Bicampeão por antecipação, piloto fica em primeiro após um jejum de quatro corridas e chega ao seu 12.º triunfo na temporada

Estadão Conteúdo

26 de outubro de 2014 | 10h07

A ordem voltou a reinar na MotoGP na madrugada brasileira deste domingo, 26, em Sepang, na Malásia. Bicampeão com antecipação, o garoto espanhol Marc Márquez venceu após um jejum de quatro corridas e chegou ao seu 12.º triunfo na temporada, igualando o recorde que pertencia a Michael Doohan. Pentacampeão, o australiano também ganhou 12 provas na temporada de 1997, quando a categoria rainha da motovelocidade era denominada 500cc (cilindradas).

Faltando ainda o GP de Valência, que será realizado em 9 de novembro (daqui a dois finais de semana, portanto), Márquez tem a possibilidade de impor um reinado único na história da categoria. Afinal, em Sepang ele fez sua 13.ª pole position na temporada, superando um recorde que dividia com os australianos Doohan (1997) e Casey Stoner (2011), este último já na MotoGP.

Se serve de consolo para Doohan, as 12 vitórias e 12 poles na temporada de 1997 vieram em um ano em que foram realizadas 15 corridas. Márquez atingiu seus recordes participando de 17 corridas - a de Valência será a 18.ª.

Neste domingo, em Sepang, Márquez largou na frente, mas logo perdeu a primeira posição para Jorge Lorenzo. Valentino Rossi também chegou a liderar, até que Márquez, piloto da Honda, retomou a dianteira para abrir na frente e garantir a vitória, seguido de Rossi e Lorenzo. A dupla da Yamaha, aliás, vai disputar o vice-campeonato em Valência, com 12 pontos de vantagem para o italiano.

Dani Pedrosa caiu duas vezes e não completou a prova - vai terminar em quarto o campeonato. Mesmo sem os pontos dele, a Honda garantiu o título geral de construtores, uma vez que não pode mais ser alcançada pela vice-campeã Yamaha, que vencera as últimas quatro provas, encostando na classificação. A Ducati, do quinto colocado geral Andrea Dovizioso, terminará em terceiro. O italiano teve problemas técnicos em Sepang e foi o oitavo.

Tudo o que sabemos sobre:
MotoGPMarc Márquez

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.