Espetáculo garante Robinho

Exibições de gala do Santos atraem patrocinadores para pagar o salário do atacante

Sanches Filho, ESPECIAL PARA O ESTADO, SANTOS, O Estadao de S.Paulo

13 de março de 2010 | 00h00

Em meio ao alvoroço causado pelas exibições do Santos, o clube está perto de, enfim, fechar com as empresas que vão bancar o alto salário de Robinho. Os dirigentes discutem os últimos detalhes do acordo com Volkswagen e Seara, que serão as prováveis responsáveis por pagar duas das três cotas do salário de R$ 1 milhão do craque.

As duas empresas vão usar a imagem do Rei das Pedaladas em campanhas publicitárias. Depois que o pacote for fechado, o Santos vai pagar apenas R$ 150 mil mensais.

Durante a coletiva de imprensa ontem à tarde, no CT Rei Pelé, Robinho riu bastante ao relembrar as comemorações dos 10 gols que o time marcou conta o Naviraiense, anteontem, na Vila Belmiro. "Não tem nada ensaiado. Por isso saiu aquela coisa ridícula. É tudo inventado na hora", garantiu o camisa 7 santista. "Neymar é o responsável por essa palhaçada. É ele que fala para fazer as comemorações. Mas, espero que a gente continue fazendo dancinha, porque significa que estamos ganhando."

Depois de oito jogos e cinco gols no seu retorno ao Santos, Robinho sente que escolheu o clube certo para recuperar o seu futebol e a alegria de jogar. Ele repetiu ontem que o seu desejo é permanecer na Vila por muito tempo e que espera que a diretoria já esteja tratando do assunto. "Se não for possível, vou respeitar o meu contrato com o Manchester City. A minha felicidade aqui no Santos tem sido imensa", disse ele.

Em meio ao clima de euforia no Santos, pediu atenção para o clássico de domingo, na Vila. "Se, Deus que nos perdoe, perdermos para o Palmeiras, as mesmas pessoas que estão elogiando agora vão dizer que a equipe não é o que parecia."

Sobre a difícil situação de Kaká no Real Madrid, que vem sendo criticado e saiu vaiado na desclassificação para o Lyon, pela Copa dos Campeões, Robinho acredita que o meia vai dar a volta por cima. Aproveitou para cutucar o ex-clube. "Kaká é um jogador espetacular, um dos melhores do mundo. Infelizmente, no Real, quando as coisas não vão bem, os estrangeiros são os mais cobrados. Aconteceu comigo e com todos estrangeiros que estão lá. Mas, Kaká tem que ter a cabeça no lugar. Acredito que ele vai dar a volta por cima e fazer muito sucesso."

SARGENTÃO ALEGRE

Exigente com os jogadores nos treinamentos, Dorival Júnior raramente faz ou participa de algum tipo de brincadeira. Também é pouco afeito aos elogios. Depois do show do seu time contra o Naviraiense, no entanto, ele não se conteve. "Dá prazer de ver o Santos jogar. Pela qualidade do seu futebol e seriedade dos atletas. Vamos ver se conseguiremos manter tudo isso para o jogo contra o Palmeiras", alertou o técnico.

AS MAIORES GOLEADAS

03/05/27 - O Santos fez 12 a 1 no Ypiranga, pelo Paulista, a maior goleada da história do clube

19/11/59 - Mais de cinco décadas depois, a equipe repetiu o placar, também pelo Paulista: 12 a 1 contra a Ponte Preta, sem Pelé

21/11/64 - O time goleou o Botafogo, de Ribeirão, por 11 a 0, pelo Estadual, com 8 gols de Pelé

16/09/28 - O Santos bateu a Portuguesa por 10 a 0 pelo Paulista, mesmo placar da vitória de anteontem sobre o Naviraiense

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.