Esportistas apóiam competição escolar

Esportistas consagrados como Raí, Paula, Aurélio Miguel e Giovane oficializaram nesta quinta-feira seu apoio ao 1º Vibração Nestlé, evento que pretende dar novo fôlego ao esporte colegial. A competição, a partir de abril, em forma de olimpíada com 11 modalidades, quer reunir 26 mil alunos do 2.º Grau de 2 mil escolas públicas e privadas das cidades de São Paulo, Rio e Belo Horizonte.Como incentivo, o evento vai financiar a viagem de 500 atletas do Rio e de Belo Horizonte que se classificarem para a fase final da olimpíada em São Paulo, além de premiar dois atletas com R$ 1,5 mil e a escola campeã com R$ 8 mil, em equipamentos. "No caso dos atletas não serão escolhidos necessariamente os vencedores, mas será levada em consideração seu desempenho e comportamento durante as competições", disse a ex-jogadora de basquete Hortência, uma das organizadoras do evento. "Também queremos incentivar o trabalho dos técnicos e dos professores de educação física."A iniciativa trouxe saudosismo às celebridades que irão apadrinhar o 1º Vibração Nestlé. "Eu fui revelado para o vôlei em Belo Horizonte em uma competição colegial", lembrou o jogador de vôlei Giovane.O atleta não foi o único a ter passado pela experiência de participar de torneios entre escolas. Tanto Raí quanto o ex-judoca Aurélio Miguel, a ex-jogadora de basquete Paula, que conquistou a medalha de prata ao lado de Hortência nos Jogos de Atlanta, relembraram os velhos tempos. "Espero que a iniciativa volte a proporcionar, como na minha época, a possibilidade de alguns jovens conseguirem bolsas de estudo", comentou Aurélio.A iniciativa da Nestlé ainda não tem uma promessa de continuidade. "Vai depender do sucesso desta edição", disse Hortência.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.