Time Brasil
Time Brasil

Brasil larga bem no atletismo com ouro de Juliana Gomes

Mulher de Marilson vence prova dos 5.000 metros no Pan

Estadão Conteúdo

21 de julho de 2015 | 11h49

Uma lesão muscular na panturrilha esquerda tirou Marilson Gomes dos Santos dos Jogos Pan-Americanos de Toronto. Mas a coleção de medalhas da família Gomes dos Santos está ainda maior. Desta vez foi a mulher dele quem subiu ao lugar mais alto do pódio. Na primeira prova de pista do atletismo do Pan, o ouro foi para Juliana Gomes, nos 5.000 metros.

Assim, o Brasil segue com 100% de pódios no atletismo dos Jogos Pan-Americanos, sempre em provas longas. Ganhou prata na maratona feminina, com Adriana Aparecida da Silva, e também na marcha atlética de 20km, com Erica de Sena - primeira marchadora do País a ganhar medalha pan-americana. Depois, Caio Sena quebrou um jejum de 20 anos nos 20km masculino com o bronze.

O ouro nos 5.000m veio em uma prova com a qual Juliana não está acostumada. Durante toda a carreira, a veterana de 32 anos havia corrido a distância apenas uma vez, exatamente para fazer o índice para o Pan. Especialista nos 1.500m e nos 3.000m com obstáculos, resolveu apostar numa prova mais longa.

Na pista do Estádio da Universidade de York, Juliana se deu bem porque o ritmo da prova foi lento. A brasileira se manteve no pelotão, atrás da norte-americana Kellyn Taylor e da mexicana Brenda Flores. Quando a última volta foi aberta, Juliana foi para cima das duas rivais e passou ambas facilmente.

Venceu com 15min45s97 e garantiu sua segunda medalha de ouro pan-americana - a primeira havia sido nos 1.500m, no Rio, em 2007. A mexicana ficou com a prata e a norte-americana com o bronze. Tatiele de Carvalho, que é especialista nas provas de 5.000m e 10.000m, terminou apenas em 10.º lugar.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.