''Estou comovido com a recepção''

Astro diz que não imaginava um tratamento tão caloroso nestes primeiros dias [br]em São Paulo

Luiz Antônio Prósperi, O Estadao de S.Paulo

13 de dezembro de 2008 | 00h00

A festa da torcida do Corinthians na sexta-feira e a recepção dos paulistanos em geral conquistaram Ronaldo. O Fenômeno, em pouco menos de uma semana em São Paulo, se diz apaixonado pela cidade. Para retribuir a generosidade, ele promete ficar pelo menos dois anos no Parque São Jorge e fazer da metrópole paulistana a sua casa. O jogador diz que está contando as horas para voltar a jogar. "Quero que o tempo passe o mais rápido possível. Não estou vendo a hora de voltar a ser jogador de verdade." Nem mesmo os problemas físicos o desanimam. Ontem, durante a inauguração de uma loja da Nike (sua patrocinadora) na zona oeste de São Paulo, que teve a presença da campeã olímpica Maurren Maggi, entre outras personalidades do esporte, Ronaldo conversou com o Estado.Nascido no Rio e depois de 14 anos vivendo na Europa, como tem sido os seus dias de novo cidadão de São Paulo?Eu já conhecia São Paulo. Só que agora é diferente. Estou impressionado com tudo, o carinho das pessoas... Até o jeito de me pedirem autógrafos nas ruas aqui é diferente. Incrível toda essa comoção pela minha contratação pelo Corinthians. Não esperava que fosse assim. Escolheu o bairro em que vai morar? Tem alguma preferência?Ainda não. Alguns amigos que moram aqui estão me ajudando. Já vi alguns lugares, apartamentos. Com mais calma, encontrarei o lugar ideal.E o seu filho Ronald (8 anos), corintiano como a mãe (Milene Domingues), já ganhou uma camisa sua, a 9 do Corinthians?Ainda não. Ele vem passar as festas de fim de ano aqui. Deve ficar uns dez dias e depois volta para Madri. Falaremos muito do Corinthians.Quando de fato você começa a treinar no Corinthians? De acordo com o que foi anunciado pelo clube seria nesta segunda-feira?Eu me apresento no dia 26, com todos os jogadores. Até lá fico no Rio para acompanhar o nascimento da minha filha (Maria Sophia). Eu e a Bia (Antony, sua noiva) havíamos programado (cesária) o nascimento da menina no Rio, bem antes de ser contratado pelo Corinthians. Não dá mais tempo para mudar. Fico no Rio até o nascimento da minha filha.Então sua volta a São Paulo será na reapresentação dos jogadores?É, eu me apresento com todos e passo a cumprir tudo o que for programado pelo Mano.A pré-temporada do Corinthians está prevista para começar em 2 de janeiro em Itu. Você vai com o time ou fica treinando no Parque?Vou para Itu normalmente. Sou mais um atleta do clube. Quero e vou fazer a pré-temporada com todos. Faz bom tempo que não tenho pré-temporada completa. Quero me preparar bem para voltar a jogar.Há duas semanas, sua contratação pelo Corinthians era tratada como piada. Esperava por essa revolução que houve com sua chegada?Foi impressionante. Estou feliz por tudo o que tem acontecido. Essa comoção da torcida do Corinthians, das pessoas de São Paulo, o jeito como estão me recebendo em todos os lugares a que vou é mesmo sensacional. Não imaginava que seria dessa forma. Estou impressionado com São Paulo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.