Fabrizio Bensch / Reuters
Fabrizio Bensch / Reuters

Estudo aponta que mudanças climáticas ameaçam os Jogos de Inverno no futuro

Pesquisadores indicam ainda o risco da utilização da neve artificial, o que vai acontecer na Olimpíada de Pequim

Redação, O Estado de S.Paulo

27 de janeiro de 2022 | 15h00

As mudanças climáticas estão ameaçando os Jogos Olímpicos de Inverno e o futuro dos esportes de neve, tornando as condições muito mais perigosas para os atletas. O alerta foi feito por pesquisadores da Sport Ecology Group, da Universidade de Loughborough, na Inglaterra, e pelo grupo ambiental Protect Our Winters.

O documento foi publicado uma semana antes do início da Olimpíada de Pequim, que começa no dia 4 de fevereiro. Serão os primeiros Jogos de Inverno com 100% de neve artificial. Foram implementados mais de 100 geradores e 300 canhões, trabalhando para cobrir as pistas de esqui.

"Os Jogos de Inverno de 2022 serão, sem dúvida, um espetáculo impressionante, que milhões de pessoas do mundo todo vão acompanhar e apreciar. Mas também devem levantar o debate sobre o futuro dos Jogos de Inverno e os limites da fabricação de ambientes naturais artificiais", acrescenta", apontou o relatório.

"Isso não é apenas o gasto de energia e água, frequentemente usando produtos químicos para retardar o derretimento, mas também oferece uma superfície que muitos concorrentes dizem ser imprevisível e potencialmente perigosa", acrescentou.

Situadas em climas naturalmente áridos, as duas cidades coanfitriãs, Pequim e Zhangjiakou, poderiam usar cerca de 49 milhões de galões de água tratada quimicamente congelada através de máquinas de neve, de acordo com o documento.

A neve natural está se tornando menos abundante em algumas regiões e a disponibilidade de água para a produção de neve está caindo como resultado das mudanças climáticas, colocando em risco os esportes de neve.

"O risco está claro: o aquecimento provocado pelas atividades humanas ameaça o futuro dos esportes de inverno no longo prazo. Também está reduzindo o número de locais com o clima adequado para os Jogos Olímpicos de Inverno", indicou o estudo.

Dos 21 locais utilizados para os Jogos de Inverno desde Chamonix 1924, os pesquisadores estimam que até 2050 apenas 10 terão 'adequação climática' e os níveis naturais de queda de neve para sediar um evento deste porte.

Chamonix agora é classificado como 'alto risco' junto com locais na Noruega, França e Áustria, enquanto Vancouver, Sochi e Squaw Valley, nos Estados Unidos, são considerados "não confiáveis."

Tudo o que sabemos sobre:
Jogos de Inverno 2022 Pequim [China]

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.