Etapa brasileira do WCT é adiada de novo por falta de ondas

Sem ondas boas, não houve disputa nesta quinta-feira na etapa brasileira do WCT, a divisão de elite do surfe mundial. Pelo terceiro dia seguido, as baterias tiveram que ser canceladas pela falta de condições na Praia da Vila, em Imbituba, Santa Catarina. A expectativa é que os surfistas possam voltar a competir nesta sexta.A expectativa pela hora em que as ondas estarão boas deixa os surfistas nervosos. É o caso do brasileiro Yuri Sodré, que vai disputar a primeira bateria assim que a competição recomeçar - enfrentará o australiano Bede Durbidge na repescagem. ?É difícil, porque a gente já acorda naquela adrenalina. Fica aquele nervosismo natural se vai ter competição ou não, se a gente vai entrar no mar ou não", contou.Yuri Sodré é um dos quatro brasileiros que ainda disputam a repescagem - os outros são Pedro Henrique, Adriano de Souza e Paulo Moura. Em compensação, o Brasil já garantiu seis representantes na terceira fase da etapa: Odirlei Coutinho, Peterson Rosa, Jihad Khodr, Victor Ribas, Marcelo Nunes e Raoni Monteiro.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.