Divulgação
Divulgação

Etapa da Gold Coast define irlandês como adversário de Medina

Retomada, etapa coloca Glenn Hall no caminho do brasileiro

Estadão Conteúdo

11 Março 2015 | 09h29

Depois de mais de uma semana sem competições em razão da falta de ondas, a etapa da Gold Coast, a primeira da temporada 2015 do Circuito Mundial de Surfe, foi retomada nesta quarta-feira com a disputa da segunda fase, que tem caráter de repescagem. E foi definido que o irlandês Glenn Hall será o próximo adversário do brasileiro Gabriel Medina.

O campeão mundial não precisou competir na segunda fase pois havia triunfado na sua estreia na Gold Coast. E agora ele vai encarar Glenn Hall, que na repescagem superou Michel Bourez, da Polinésia Francesa, por 12,77 a 11,67.

Os surfistas brasileiros se deram muito bem nas segunda fase da etapa da Gold Coast, com Jadson André sendo o único brasileiro a não avançar ao ser derrotado por outro compatriota, Miguel Pupo, por 14,10 a 10,00. Na terceira fase, Pupo vai medir forças com o australiano Josh Kerr.

Adriano de Souza, o Mineirinho, derrotou o norte-americano C.J. Hobgood, campeão mundial em 2001, por 13,83 a 11,00, e agora terá pela frente o havaiano Fredrick Patacchia.

Ítalo Ferreira passou pelo australiano Adrian Buchan por 11,67 a 11,10 e vai enfrentar na terceira fase o multicampeão Kelly Slater, que avançou nesta quarta-feira ao passar pelo também australiano Jack Freestone (13,33 a 10,63).

Em um outro duelo entre brasileiro e australiano, Filipe Toledo se deu melhor ao derrotar Adam Melling por 16,47 a 13,10. O próximo oponente do surfista de 18 anos será o norte-americano Kolohe Andino. Já Wiggolly Dantas triunfou diante de outro australiano, Kai Otton, por 14,16 a 13,93. Seu próximo oponente será Joel Parkinson, também da Austrália.

A terceira fase da etapa da Gold Coast está prevista para ser realizada a partir das 18 horas (de Brasília) desta quarta-feira. No ano passado, Medina foi o vencedor da competição que abre a temporada do Circuito Mundial de Surfe.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.