Daniel Smorigo/WSL
Daniel Smorigo/WSL

Etapa de surfe do QS em Fernando de Noronha deve subir para 10.000 pontos em 2020

Aumento na pontuação iria resultar em um avanço dos prêmios pagos aos surfistas

Paulo Favero, enviado especial / Fernando de Noronha, O Estado de S.Paulo

25 de fevereiro de 2019 | 11h00

Fernando de Noronha nem bem se despediu da etapa do QS (divisão de acesso) do surfe, mas já existe uma negociação em andamento para não apenas manter o evento no mesmo local no calendário de 2020, como aumentar a premiação, e por consequência a pontuação no ranking mundial, saltando de 6.000 pontos para 10.000, o nível máximo.

"As promessas são de ter um upgrade e já estamos trabalhando no evento de 2020 para efetivar isso, para nós conseguirmos colocar o campeonato como QS 10.000 no próximo ano", explica Alfio Lagnado, diretor-executivo da Hang Loose e que promoveu a 32ª edição do evento no Brasil.

A mudança na pontuação implica em mais dinheiro envolvido na etapa. Se no Oi Hang Loose Pro Contest deste ano a premiação total foi de US$ 130 mil (R$ 487 mil), para chegar a 10.000 pontos as cifras saltam para US$ 250 mil (cerca de R$ 937 mil). Por isso as conversas já estão sendo feitas para reunir parceiros para o projeto.

Uma promessa feita pelo Governo de Pernambuco, através do secretário de Educação e Esportes, Fred Amancio, é antecipar o lançamento da Lei de Incentivo ao Esporte do próximo ano, para que a organização da etapa já consiga iniciar o processo com mais tranquilidade. A data de disputa deve ser mantida para o mês de fevereiro, quando a praia da Cacimba do Padre costuma receber boas ondas.

Com muita gente na areia, a final foi emocionante e contou com a vitória de Jadson André. Para Alfio, a competição superou as expectativas. "Foi um evento maravilhoso, um sucesso, com onda todo dia e a comunidade feliz. Nós percebemos que todo mundo na ilha gosta do evento, os surfistas adoram competir aqui, com natureza exuberante, esse é o verdadeiro espírito do surfe", disse.

 

 

Mais conteúdo sobre:
surfeFernando de Noronha [PE]

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.