Danuel Smorigo/ WSL
Danuel Smorigo/ WSL

Etapa de surfe em Fernando de Noronha deve aumentar premiação e subir para 10 mil pontos em 2021

Novo formato pode render o total de US$ 150 mil (cerca de R$ 644 mil) em prêmios para os atletas

Andreza Galdeano, enviada especial a Fernando de Noronha, O Estado de S.Paulo

17 de fevereiro de 2020 | 04h30

Fernando de Noronha se despediu de mais uma edição do Oi Hang Loose Pro Contest neste domingo e já tem projetos no mesmo local para o próximo ano. O evento deve continuar na Praia da Cacimba do Padre, mas com uma premiação maior e subindo a pontuação de 5 mil no ranking mundial da divisão de acesso para 10.

"O evento já tem a identidade de Fernando de Noronha", diz Alfio Lagnado, diretor-executivo da Hang Loose. "As expectativas para o próximo ano são as melhores possíveis. Queremos tentar elevar o nível do campeonato para um Challenge, que é o formato que a Liga Mundial de Surfe (WSL) introduziu neste ano. É um evento com pontuação e premiação maior", afirma.

O principal objetivo de Alfio é elevar o nível da competição para atrair mais surfistas e aumentar o público. "Nesta competição de 10 mil pontos os atletas do Circuito Mundial têm a obrigatoriedade de marcar presença e isso pode engrandecer o nosso evento", explica.

A mudança na pontuação pode ser decisiva para quem deseja entrar na elite do surfe, além da expectativa para garantir uma premiação ainda maior. Se neste ano os surfistas receberam o total de US$ 100 mil (R$ 432 mil), sendo US$ 15 mil (R$ 65 mil) para o campeão, os valores aumentam para US$ 150 mil (cerca de R$ 644 mil). 

O evento tem parceria com o Governo de Pernambuco pela Lei de Incentivo ao Esporte. Diego Pérez, secretário executivo de Esportes, promete continuar contribuindo para a permanência do campeonato em Noronha. "Queremos ter um evento como esse no próximo ano. O que pudermos fazer para continuar, vamos fazer. O campeonato gera visibilidade e traz um saldo muito positivo para nós".

A final deste ano contou com Ramzi Boukhiam e Weslley Dantas brigando pelo troféu. O marroquino, que está garantido nos Jogos Olímpicos de Tóquio, acabou levando a melhor e fazendo a festa na Praia da Cacimba do Padre.

*A repórter viajou a convite da organização do evento

Tudo o que sabemos sobre:
surfeFernando de Noronha [PE]

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.