WSL / DANIEL SMORIGO
WSL / DANIEL SMORIGO

Etapa de surfe em Fernando de Noronha terá drone para detecção de tubarão

Surfista foi mordido na sexta-feira na praia da Cacimba do Padre, local do Oi Hang Loose Pro Contest

Paulo Favero, Estadão Conteúdo

18 de fevereiro de 2019 | 21h54

O episódio de um surfista que foi mordido por um tubarão na semana passada, justamente na praia da Cacimba do Padre, em Fernando de Noronha, palco do Oi Hang Loose Pro Contest que começa nesta terça-feira, não é motivo de grande preocupação por parte dos organizadores do evento. Mesmo assim, a segurança dos 136 atletas de 19 países está reforçada no mar.

"Vou seguir um protocolo que é ter gente do Corpo de Bombeiros, jet-ski na água e um especialista em drone para monitorar a área do campeonato por precaução. A gente está sem medo nenhum, os surfistas locais, habituados, estão sem medo também, pois a gente sabe que foi um incidente. Então está tudo coordenado para começar", explicou Álfio Lagnado, diretor-executivo da Hang Loose.

Na sexta-feira, o surfista Carlos Vinicius Cavalcanti foi mordido por um tubarão na face, orelha e pescoço. Acabou tendo de levar 83 pontos e foi hospitalizado, mas sua situação não preocupa. Ele está em uma onda com uma prancha de bodyboard, no final da tarde, e acabou caindo em cima do animal, que estava atrás de um cardume de sardinha. Como reação instintiva, o tubarão deu a mordida.

"O que aconteceu foi um incidente, apenas isso! Aprendi bem a lição, não surfo mais final de tarde, com os bichos ali, se alimentando. Mas, enquanto tiver saúde vou pegar onda, eu preciso do mar!", escreveu nas redes sociais, assumindo a responsabilidade pelo ocorrido na praia da Cacimba do Padre. Ele já teve alta do hospital, mas por recomendação médica precisa ficar pelo menos duas semanas longe do mar.

A questão de segurança no mar é muito importante para a WSL, a Liga Mundial de Surfe, principalmente depois que Mick Fanning foi atacado por um tubarão em Jeffreys Bay, na África do Sul, em 2015. Desde então, a entidade tem utilizado a tecnologia para evitar qualquer possibilidade de risco aos surfistas e utiliza um protocolo em todas as suas etapas. O que ocorre em Fernando de Noronha já faz parte desses procedimentos.

Com a segurança atenta, a chamada para o Oi Hang Loose Pro Contest, etapa QS (divisão de acesso) do Circuito Mundial será nesta terça-feira, às 6h30 (horário de Brasília, às 7h30 horário local). O evento contará com 73 brasileiros, entre eles o bicampeão mundial Gabriel Medina, além de Italo Ferreira. Por serem bem ranqueados eles não disputam a primeira fase da competição, que terá 24 baterias.

Confira quais serão as bateriaas da primeira fase:

1ª: Benji Brand (HAV), Tomas King (CRI), Adrien Toyon (FRA)

2ª: Pedro Neves (BRA), Vitor Mendes (BRA), Franklin Serpa (BRA), Mateus Sena (BRA)

3ª: Nolan Rapoza (EUA), Facundo Arreyes (ARG), Fernando Junior (BRA), Junior Lagosta (BRA)

4ª: Eithan Osborne (EUA), Samuel Igo (BRA), Cole Alves (HAV), Daniel Ostrowski (BRA)

5ª: Jordan Lawler (AUS), Nicolas Vargas (CHL), Eduardo Motta (BRA)

6ª: Miguel Blanco (PRT), Wesley Leite (BRA), Luan Hanada (BRA), Lysandro Leandro (BRA)

7ª: Harley Ross (AUS), Luan Carvalho (BRA), Alex Lima (BRA), Madson Costa (BRA)

8ª: Tomas Tudela (PER), Te Kehukehu Butler (NZL), Vitor Ferreira (BRA)

9ª: Marc Lacomare (FRA), Gabriel Farias (BRA), Alan Donato (BRA), Pedro Scooby (BRA)

10ª: Marcos Correa (BRA), Hizunomê Bettero (BRA), Pedro Dib (BRA), Renan Hanada (BRA)

11ª: Charly Quivront (FRA), Renan Peres (BRA), João Jucoski (BRA), Matheus Navarro (BRA)

12ª: Tristan Guilbaud (FRA), Adrian Garcia (PER), Luis Perloiro (PRT)

13ª: Adin Masencamp (AFR), John Mel (EUA), Luke Dillon (ING)

14ª: Wesley Santos (BRA), Heitor Alves (BRA), Daniel Adisaka (BRA), Ryan Kainalo (BRA)

15ª: Mason Ho (HAV), Ian Gentil (HAV), Douglas Silva (BRA), Paulo Moura (BRA)

16ª: Ruben Vitoria (ESP), Robson Santos (BRA), Thiago Guimarães (BRA), José Miranda Barbosa (BRA)

17ª: Joshua Burke (BRB), Theo Fresia (BRA), Kim Matheus (BRA)

18ª: Jordy Collins (EUA), Yuri Gonçalves (BRA), Gustavo Bertotto (BRA), Brayner Silva (BRA)

19ª: Marco Giorgi (URU), João Chianca (BRA), Jhonny Guerrero (PER), Nacho Sebastia (CNY)

20ª: Rafael Teixeira (BRA), Shelson Paishon (HAV), Lucas Vicente (BRA)

21ª: Joh Azuchi (JAP), Daiki Tanaka (JPN), Daniel Templar (BRA), Dunga Neto (BRA)

22ª: Luel Felipe (BRA), José Gundesen (ARG), Tamae Bettero (BRA), Marcelo Trekinho (BRA)

23ª: Tyler Gunter (EUA), Paul Cesar Distinguin (FRA), Gabriel Adisaka (BRA), André Gonçalves (BRA)

24ª: Michael Dunphy (EUA), Jhonny Corzo (MEX), Kaiki Yamanaka (JAP)

Confira as baterias da segunda fase, que serão completadas por vencedoras da primeira:

1ª: Gabriel Medina (BRA), Patrick Tamberg (BRA),

2ª: Alonso Correa (PER), Nat Young (EUA),

3ª: Mateus Herdy (BRA), Imaikalani Devault (HAV),

4ª: Reef Heazlewood (AUS), Ian Gouveia (BRA),

5ª: Jessé Mendes (BRA), Tomas Hermes (BRA),

6ª: Carlos Munoz (CRI), Kiron Jabour (HAV),

7ª: Jack Robinson (AUS), Lucca Mesinas (PER),

8ª: Jadson André (BRA), Flavio Nakagima (BRA),

9ª: Jorgann Couzinet (FRA), Jeronimo Vargas (BRA),

10ª: Miguel Pupo (BRA), Ramzi Boukhiam (MAR),

11ª: Maxime Huscenot (FRA), Cam Richards (EUA),

12ª: Joan Duru (FRA), Wiggolly Dantas (BRA),

13ª: Yago Dora (BRA), Samuel Pupo (BRA),

14ª: Alex Ribeiro (BRA), Joshua Moniz (HAV),

15ª: Alejo Muniz (BRA), Krystian Kymerson (BRA),

16ª: Frederico Morais (PRT), Noe Mar McGonagle (CRI),

17ª: Deivid Silva (BRA), Ian Crane (EUA),

18ª: Bino Lopes (BRA), Hiroto Ohhara (JAP),

19ª: Jake Marshall (EUA), Reo Inaba (JAP),

20ª: Peterson Crisanto (BRA), Victor Bernardo (BRA),

21ª: Evan Geiselman (EUA), Miguel Tudela (PER),

22ª: Vasco Ribeiro (PRT), Aritz Aranburu (ESP),

23ª: Thiago Camarão (BRA), Charles Martin (FRA),

24ª: Italo Ferreira (BRA), Caia Souza (BRA)

 

 

Tudo o que sabemos sobre:
surfeFernando de Noronha [PE]

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.