Etiene Medeiros conquista dois ouros nos Jogos Mundiais Militares

O início da disputa da natação nos Jogos Mundiais Militares, que estão sendo realizados em Mungyeong, na Coreia do Sul, rendeu várias medalhas para o Brasil nesta quarta-feira. Os atletas do País conquistaram 11 medalhas, sendo sete delas apenas na natação (três ouros, três pratas e um bronze), que teve Etiene Medeiros como principal destaque, com dois ouros.

Estadão Conteúdo

07 de outubro de 2015 | 12h21

"Nossa seleção de natação está com o time principal, são os melhores nadadores do Brasil. Esses jogos mundiais são preparatórios para os Jogos Olímpicos de 2016. Eu tinha o objetivo de conquistar essas duas medalhas. Ainda temos três dias para competir e, com certeza, virão mais medalhas", disse Etiene.

Etiene venceu a disputa dos 50 metros livre em 25s21, prova em que Graciele Herrmann faturou a prata com 25s48. E Etiene também levou o ouro nos 100 metros costas, completados em 1min02s20 - Natália de Luccas, por sua vez, conquistou a prata, com 1min02s30.

Pamela de Souza assegurou o ouro nos 200 metros peito com o tempo de 2min31s66. Já Henrique Martins faturou a prata nos 50 metros livre (22s65), enquanto Guilherme Guido (27s18) levou o bronze nos 100 metros costas.

OUTRAS MEDALHAS - As outras quatro medalhas do dia foram conquistadas na vela, com uma prata e um bronze, e no atletismo, com duas pratas. O paratleta André Luiz da Rocha Antunes faturou a prata na prova de arremesso de peso na classe D, com a marca de 10,61 metros. Já Andressa Oliveira de Morais atingiu 59,07 metros para garantir a prata no arremesso de disco.

Mesmo com esses resultados, o Brasil caiu para o terceiro lugar no quadro geral de medalhas, com 32, sendo 13 de ouro, 12 de prata e sete de bronze. A China está na segunda posição, com 44 medalhas, sendo 14 ouros, 10 pratas e 20 bronzes. A liderança permanece com a Rússia, com um total de 71 medalhas, sendo 35 de ouro, 18 de prata e 18 de bronze.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.