Satiro Sodré / SS Press / CBDA
Satiro Sodré / SS Press / CBDA

AO VIVO

Árbitro iraniano vai apitar Brasil x Sérvia na última rodada da primeira fase

Etiene Medeiros passa por cirurgia no ombro e para por até 6 semanas

Atleta deve se recuperar a tempo de disputar Troféu Maria Lenk, em abril

Estadão Conteúdo

30 Janeiro 2018 | 13h19

A nadadora Etiene Medeiros passou por uma cirurgia no ombro direito, em procedimento que foi bem-sucedido. A atual campeã mundial dos 50 metros costas realizou uma artroscopia no local para reparar uma lesão no bíceps dentro da articulação, além de ter retirado um cisto sinovial.

+ Poliana Okimoto se despede das competições com vitória no Rio: 'Valeu demais!'

+ Cielo supera Chierighini e fatura ouro nos 50m livre no Open

A cirurgia de Etiene teve pouco mais de 1 hora de duração, sendo que a previsão para esse tipo de lesão é de que o retorno às piscinas ocorra em um período entre quatro a seis semanas. Assim, a nadadora já começa a pensar nos seus próximos passos.

"Estou bem. A princípio foi estranho, pois nunca havia passado por isso. Porém, como atleta de alto rendimento tenho que estar preparada. Isso poderia ter acontecido com qualquer atleta pelas ações repetitivas. Estou rodeada de profissionais qualificados como a doutora Fernanda Lima (médica particular de Etiene), o doutor Breno e toda família Sesi-SP me apoiando sempre. Mais um obstáculo que estou encarando. Mas já estou traçando metas e objetivos para esses dias que ficarei fora da piscina", declarou.

Em 2017, primeiro ano do novo ciclo olímpico, Etiene foi medalhista de ouro na prova dos 50 metros costas no Mundial de Esportes Aquáticos, realizado em Budapeste. Ela também venceu essa mesma prova no Mundial Militar, além da disputa dos 100m costas. No primeiro semestre de 2018, as principais competições serão o Troféu Maria Lenk, em abril, no Rio, e os Jogos Sul-Americanos, entre maio e junho, em Cochabamba.

Mais conteúdo sobre:
natação Etiene Medeiros

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.