Kiyoshi Ota/Efe
Kiyoshi Ota/Efe

Etíopes Birhanu Legese e Ruti Aga vencem a Maratona de Tóquio

Dupla de compatriotas supera chuva e adversários para dominarem a prova no Japão

Redação, Estadão Conteúdo

03 de março de 2019 | 11h18

A Etiópia dominou a 13ª edição da Maratona de Tóquio, considerada uma das seis principais provas de 42,195 quilômetros do calendário mundial. Neste domingo, em evento realizado sob chuva, Birhanu Legese venceu a disputa masculina, enquanto Ruti Aga triunfou entre as mulheres.

Legese cravou o tempo de 2h04min48 para assegurar o seu triunfo com certa facilidade, pois ele terminou a disputa dois minutos antes do segundo colocado, o queniano Bedan Karoki.

Dickson Chumba, também do Quênia, ficou em terceiro lugar. Ele buscava se tornar o primeiro bicampeão consecutivo da Maratona de Tóquio, mas não teve êxito na tentativa de alcançar esse objetivo. Além de 2018, também havia vencido a prova japonesa em 2014.

Vice-campeã da Maratona de Tóquio no ano passado, Ruti Aga melhorou o seu desempenho neste domingo ao conquistar o seu triunfo com o tempo 2h20min40. Ela foi 21 segundos mais rápida do que a segunda colocada, a também etíope Helen Tola. E a compatriota Shure Demise foi a terceira melhor.

A Etiópia, aliás, vem dominando a versão feminina da Maratona de Tóquio, tanto que venceu seis das últimas oito edições da prova entre as mulheres.

Tudo o que sabemos sobre:
maratonaatletismoTóquio [Japão]

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.