Etiópia admite jogador irregular e pode ter punição da Fifa

Beyene não deveria ter atuado na vitória por 2 a 1 sobre Botsuana nas Eliminatórias Africanas para a Copa de 2014

AE-AP, Agência Estado

18 de junho de 2013 | 13h56

ADDIS ABADA - A Etiópia admitiu de forma oficial nesta terça-feira que utilizou um jogador em situação irregular durante as Eliminatórias Africanas para a Copa do Mundo de 2014. Com isso, o país poderá ser punido com a perda de três pontos, depois de ter comemorado a sua classificação para a fase final do torneio de classificação para o Mundial que será realizado no Brasil.

A Federação Etíope de Futebol reconheceu nesta terça que o atleta Minyahile Beyene não deveria ter atuado na vitória por 2 a 1 sobre Botsuana, no último dia 8, porque ele estava suspenso por ter recebido dois cartões amarelos acumulados em jogos anteriores do qualificatório africano.

A Fifa abriu uma investigação no último domingo para apurar o caso e, se os pontos do duelo do último dia 8 forem dado a Botsuana por causa da irregularidade, a Etiópia ficaria apenas dois pontos à frente da África do Sul antes da rodada final da fase de grupos das Eliminatórias Africanas, marcada para acontecer em setembro.

A seleção etíope derrotou a África do Sul por 2 a 1, no último final de semana, quando celebrou a sua passagem para a fase final do torneio de classificação para o Mundial.

A punição típica para casos de seleções que escalam jogadores de forma irregulares são vitórias por 3 a 0 para o adversário. Burkina Faso, Gabão e Sudão já foram punidos assim em casos semelhantes. Se, de fato, a punição ocorrer, a rodada final do qualificatório teria os etíopes com dez pontos, a África do Sul com oito e Botsuana com sete.

A Fifa também informou que está investigando uma vitória do Togo por 2 a 0 sobre Camarões, no último dia 9, também por suposta utilização de jogador togolês em situação irregular. Em caso de punição e reversão de pontos para os camaroneses, a Líbia perderia a condição de líder do Grupo I das Eliminatórias para os camaroneses, que chegariam aos 10 pontos, um a mais do que os líbios.

Os vencedores do dez grupos das Eliminatórias Africanas se classificam para playoffs, que definirão os cinco representantes do continente na Copa de 2014. Sem considerar possíveis punições, Etiópia, Tunísia, Costa do Marfim, Egito e Argélia já estão garantidos no mata-mata decisivo para o Mundial.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.