Eto'o cala Stamford Bridge e põe Inter nas quartas

Gol do camaronês fez justiça à boa atuação da equipe de Mourinho, que eliminou o Chelsea com o triunfo por 1 a 0

, O Estadao de S.Paulo

17 de março de 2010 | 00h00

Estrelas da seleção brasileira tiveram sorte diferente na rodada de ontem da Copa dos Campeões. Se o goleiro Julio Cesar, o ala Maicon , o zagueiro Lúcio ajudaram a Inter de Milão ? que tem outro brasileiro, o volante Thiago Motta ? a vencer o Chelsea, em Londres, por 1 a 0, gol do camaronês Samuel Eto"o, o atacante Luis Fabiano não conseguiu evitar a derrota por 2 a 1 e a consequente eliminação do Sevilla diante do CSKA.

A classificação da Inter às quartas de final evitou um vexame italiano, que corria o risco de ficar sem representante após a queda de Juventus, Milan e Fiorentina. E parte da vitória se deve à boa atuação do sistema defensivo. A Internazionale, que venceu o primeiro jogo por 2 a 1, foi pressionada, mas soube conter o ímpeto dos ingleses.

Depois de um primeiro tempo com ataques pouco inspirados, a etapa final foi marcada por mais movimentação das equipes. Eto"o protagonizava as melhores jogadas italianas. O camaronês acabou recompensado aos 34 minutos. Após passe de Sneijder, o atacante marcou com toque rasteiro.

Atrás do placar em pleno Stamford Bridge, os jogadores do Chelsea se descontrolaram e Drogba foi expulso aos 41 minutos, depois de agredir Thiago Motta. O próximo adversário da Inter será conhecido em sorteio marcado para sexta-feira.

Na Espanha, o Sevilla frustrou seus torcedores. Em casa, a equipe de Luis Fabiano se despediu da Copa diante do CSKA e viu o goleiro Palop sair de campo como vilão. O jogo foi equilibrado. Porém, aos nove do segundo tempo, quando o placar estava em 1 a 1 (Necid, pelos russos, e Perroti marcaram no primeiro tempo), Honda cobrou falta, Palop errou o tempo de bola e sofreu o gol. Como o primeiro encontro terminou empatado por 1 a 1, a vitória garantiu o CSKA. É a primeira vez que um time russo fica entre os oito melhores.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.