EUA focam mais em vagas para Rio 2016 do que domínio no Pan de Toronto

Os Estados Unidos não fixaram um objetivo de medalhas para os Jogos Pan-Americanos de 2015 e estão mais focados em esportes que oferecem classificação direta para os Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro em 2016, disse o Comitê Olímpico dos EUA (USOC, na sigla em inglês) nesta sexta-feira.

FRANK PINGUE, REUTERS

10 de julho de 2015 | 19h26

Atletas dos EUA têm tradicionalmente ocupado o primeiro lugar no ranking de medalhas no evento continental, que este ano será realizado em Toronto até 26 de julho e dará cerca de 10 vagas automáticas para os Jogos do Rio.

"A ideia é aproveitar as oportunidades de qualificação para alguns dos esportes", disse o chefe de missão do USOC, Alan Ashley, em entrevista coletiva.

"E também garantir experiência para os atletas que são novos em um ambiente multiesportivo, é uma boa oportunidade para verem como é", completou.

Os atletas norte-americanos buscarão vaga olímpica no hóquei sobre a grama, hipismo, canoagem/slalom, saltos ornamentais, pentatlo, tiro, nado sincronizado, tênis de mesa, triatlo e pólo aquático.

Uma equipe de 623 atletas norte-americanos vai competir em Toronto e, de acordo com Ashley, os maiores rivais são Brasil e Canadá.

Os EUA lideraram com folga o quadro de medalhas no Pan de 2011, em Guadalajara, onde levaram 92 medalhas de ouro, bem à frente da segunda colocada, Cuba (58).

Tudo o que sabemos sobre:
PANEUAFOCORIO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.