Euforia preocupa o Grêmio

O técnico Paulo Autuori exige respeito ao Caracas

Elder Ogliari, O Estadao de S.Paulo

17 de junho de 2009 | 00h00

O Grêmio decide hoje uma das vagas às semifinais da Taça Libertadores da América contra o Caracas, às 21h50, no Estádio Olímpico, com diversas vantagens. O clube brasileiro conta com a força de sua torcida, tem mais tradição que o adversário na competição e pode empatar por 0 a 0 para ficar com a vaga, já que empatou o jogo de ida, na Venezuela, por 1 a 1. Se passar, enfrentará o vencedor de São Paulo e Cruzeiro. O otimismo da torcida é combatido pelo técnico Paulo Autuori. Nos treinamentos, tratou de prevenir seu time contra qualquer surpresa, alertando os zagueiros para as bolas aéreas da área tricolor. Foi assim, lembrou o técnico, que o Caracas abriu o placar contra o próprio Grêmio no primeiro jogo. O desfalque gaúcho é o goleiro Victor, que está na seleção brasileira. No Caracas, o técnico Noel Sanvicente promoverá a volta de Lucena no lugar de Piñango.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.