Ex-Beatle Paul McCartney cobra 1 libra para cantar na abertura dos Jogos Olímpicos

Abertura da competição ainda contou com o trabalho de uma série de voluntários e artistas menores

O Estado de S.Paulo

31 de julho de 2012 | 17h44

Organizadores do Jogos Olímpicos de Londres disseram que o ex-Beatle Paul McCartney pediu um cachê simbólico para dar o ar de sua graça na cerimônia de abertura da competição, sexta-feira. Ele cobrou 1 libra (pouco mais de R$ 4) para cantar na festa, num dos últimos atos cerimônia de abertura dos Jogos. Outras celebridades, como Mike Oldfield, Dizzee Rascal e Emeli Sande, fizeram a mesma coisa.

O valor simbólico foi apenas para a confecção de um contrato entre as partes, já que todos concordaram em participar do espetáculo de graça. Houve também muitos voluntários ingleses no espetáculo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.