Ex-ciclista holandês que admitiu doping é suspenso por 2 anos do esporte

A União Ciclística Internacional (UCI) anunciou que o ex-ciclista holandês Michael Boogerd foi suspenso por dois anos do esporte após ter admitido uso de doping em sua carreira. A entidade não deu detalhes sobre a punição ao ex-atleta de 43 anos, que agora está suspenso de qualquer atividade ligada ao ciclismo até 21 de dezembro de 2017.

Estadão Conteúdo

06 de janeiro de 2016 | 12h49

Aposentado, Boogerd atuou na temporada passada como dirigente de uma equipe de segunda divisão do ciclismo holandês, chamada de Roompot Oranje, mas agora está proibido de sequer trabalhar nos bastidores da modalidade. O ex-ciclista admitiu, em uma entrevista para a TV realizada em 2013, que usou EPO (a substância proibida eritropoetina) e transfusões de sangue quando competiu pela equipe Rabobank.

Ao longo de sua carreira, ele venceu a Amstel Gold Race em 1999 e subiu diversas vezes ao pódio em eventos de primeira linha na Holanda. Boogerd também já ganhou duas etapas da Volta da França, a mais importante prova do ciclismo mundial, tendo sido o quinto colocado no geral na edição de 1998 da tradicional competição, vencida pelo italiano Marco Pantani, morto em 2004, anos após ter sua carreira manchada também por envolvimento com uso de doping.

Tudo o que sabemos sobre:
ciclismoMichael Boogerddoping

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.