Reprodução
Reprodução

Ex-dirigente do Cruzeiro tem carro atacado e acusa torcedores de organizadas

Quatro homens saíram de dois carros, em uma via estreita, e danificaram, com socos, pontapés e pedras, o veículo

Redação, Estadão Conteúdo

19 de janeiro de 2021 | 13h56

Sergio Nonato, ex-diretor do Cruzeiro, sofreu um ataque, na manhã destaterça-feira, quando dirigia seu carro em uma rua da zona noroeste de Belo Horizonte. Quatro homens saíram de dois carros, em uma via estreita, e danificaram, com socos, pontapés e pedras, o veículo.

Nonato prestou queixa em uma delegacia, onde foi feito o boletim de ocorrência. Imagens da agressão foram registradas em uma câmera e serão utilizadas nas investigações. Segundo o agora conselheiro do clube mineiro, os homens fazem parte de torcidas organizadas.

Durante as eleições presidenciais, ano passado, Nonato foi à sede do Cruzeiro no Barro Preto e teve de deixar o local sob escolta policial após ser hostilizado por torcedores.

Rebaixado no ano passado para a Série B do Campeonato Brasileiro, o Cruzeiro é apenas o 14º colocado na classificação e, a três rodadas do fim da competição, não tem mais chances de retornar nesta temporada para a elite do futebol nacional.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolCruzeiro Esporte Clube

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.