Reprodução/Youtube
Reprodução/Youtube

Ex-editor da revista Placar, Milton Coelho da Graça morre aos 90 anos vítima da covid-19

Jornalista foi editor-chefe do jornal O Globo e faleceu devido complicações do novo coronavírus

Redação, O Estado de S.Paulo

29 de maio de 2021 | 12h54

Jornalista e ex-editor da revista Placar, Milton Coelho da Graça é mais uma vítima da covid-19 no Brasil. Carioca com ascendência portuguesa e torcedor do Vasco, ele faleceu aos 90 anos de idade. A notícia foi divulgada na manhã deste sábado.

O comunicador começou sua trajetória profissional no Diário Carioca. Além do tradicional periódico esportivo, Milton também marcou presença em diversos e grandes veículos de comunicação. Dentre eles, foi editor-chefe do jornal O Globo, além de passagens pelo Última Hora, de Recife, Istoé, Quatro Rodas, e também foi correspondente internacional em Londres e Nova York.

Formado primeiramente em Economia e Direito, optou por seguir no Jornalismo, onde também contribuiu para a TV e a internet. Milton também integrou a Conselho da Associação Brasileira de Imprensa. Durante a Ditadura Militar no Brasil, entre os anos de 1964 a 1985, o jornalista foi preso e torturado, mas nunca desistiu de seus ideais políticos.

Ele deixa quatro filhos e cinco netos, além de sua esposa, Leda Ebert. A causa do óbito foram as complicações causadas pelo novo coronavírus. Seu corpo será cremado neste domingo, com presença restrita a família e amigos próximos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.