Eriko Sugita/Reuters
Eriko Sugita/Reuters

Ex-jogador do San Francisco 49ers é condenado a 15 anos de prisão por estupro

Dana Stubblefield, de 49 anos, terá de cumprir pena por crime cometido em 2015 contra vítima com deficiência intelectual

Redação, Estadão Conteúdo

28 de julho de 2020 | 16h19

O norte-americano Dana Stubblefield, de 49 anos, defensor do San Francisco 49ers na década de 90, foi condenado a 15 anos de prisão, nesta segunda-feira, por ter estuprado uma mulher com deficiência de ordem intelectual em 2015. O ex-jogador foi acusado de atrair a vítima para sua casa com a intenção de contratá-la como babá.

Após a conversa, Stubblefield ligou para a vítima e pediu que retornasse para sua casa para receber um dinheiro pelo tempo gasto para a entrevista. Após a agressão, a mulher foi até uma delegacia e fez a denúncia. Na época, a fiança foi de US$ 250 mil (cerca de R$ 1,2 milhão). Além de estuprada, a vítima, então com 31 anos, ainda foi mantida em cárcere e ameaçada por intermédio de uma arma de fogo.

"A vítima lutou por toda a sua vida com deficiências de aprendizado e o desafio de ser independente. Se nós não lutarmos por ela, então por quem estamos lutando? Essa tem sido uma longa jornada para essa mulher e estamos gratos pelo juri por lhe conceder uma conclusão, e para nossa comunidade, justiça após um injusto e violento crime - declarou o promotor Jeff Rosen.

Stubblefield tinha talento para o futebol americano e foi premiado como calouro do ano e defensor ano em 1993 e 1997, respectivamente, quanto era jogador do San Franciscio 49ers. Ele também atuou pelo Washington Redskins, atual Washington Football Team, e pelo Oakland Raiders. Após dez anos na liga, Stubblefield se aposentou em 2003.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.