Ex-padre irlandês é absolvido de abuso

Cornelius Horan, o ex-padre irlandês que atacou o atleta brasileiro Vanderlei Cordeiro de Lima na maratona da Olimpíada de Atenas, em agosto, foi absolvido nesta quinta-feira de acusações de abuso sexual em 1991, contra uma garota de 7 anos à época, em seu apartamento em Londres. Horan, de 57 anos, gritou, ao sair do tribunal: "Eu acredito em Deus: se fez justiça." Depois, assinalou: "É maravilhoso, é o melhor dia da minha vida. Vou dormir três dias." A garota, hoje com 20 anos, disse que ficou traumatizada no apartamento, onde ia com a mãe assistir a filmes religiosos.Antes de atacar o maratonista brasileiro, Cornelius Horan já havia entrado na pista de Silvertone, na Inglaterra, colocando-se à frente dos carros durante o GP da Grã-Bretanha de F-1 em 2003.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.