Ex-presidente do Comitê OIímpico Internacional morre aos 89 anos

Juan Antonio Samaranch presidiu o COI por 21 anos e foi responsável pela ascensão da Olimpíada

Agência Estado

21 de abril de 2010 | 09h09

 

BARCELONA - Ex-presidente do Comitê Olímpico Internacional (COI) e atual presidente de honra da entidade, o espanhol Juan Antonio Samaranch morreu nesta quarta-feira no Hospital Quirón, na cidade de Barcelona, onde estava internado com problemas cardíacos. O dirigente tinha 89 anos. 

Veja também:

linkJacques Rogge lamenta a morte do presidente de honra

linkFilho diz que Samaranch passou mal após jogo de Nadal

A confirmação da morte, por parada cardíaca, por volta das 13h25 locais (8h25, no horário de Brasília) foi feita pelo diretor do serviço de medicina interna do Hospital Quirón Rafael Esteban Murr, que havia revelado, pouco antes, que a situação do dirigente espanhol era irreversível.

Samaranch presidiu o COI entre 1980 e 2001, cumprindo a segunda presidência mais longa da história da entidade e é considerado um dos dirigentes mais importantes da sua história. Depois de deixar o cargo, se manteve ativo no ambiente olímpico e fez campanha para a candidatura de Madri para organizar os Jogos de 2012 e 2016. A cidade perdeu as eleições para Londres e Rio, respectivamente. Em 1966, ele foi eleito membro do COI e também foi presidente do Comitê Olímpico Espanhol entre 1967 e 1970.

O dirigente vinha sofrendo com problemas de saúde nos últimos anos. Ele ficou internado por 11 dias na Suíça com "fadiga extrema" em 2001, depois de retornar de um encontro do COI, que elegeu Jacques Rogge como seu sucessor. Pouco depois, foi hospitalizado em Barcelona por hipertensão, e vinha sendo submetido a diálise por problemas nos rins. O dirigente também foi internado em outubro de 2009, depois de se sentir mal durante uma assembleia. Além disso, o dirigente espanhol passou dois dias em um hospital de Madri em 2007, após ficar tonto.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.