Ex-recordista dos 100 m é condenado por fraude bancária

Ex-atleta, envolvido em escândalo de doping, norte-americano terá de cumprir 46 meses de prisão

Agência Estado

16 de maio de 2008 | 15h51

O norte-americano Tim Montgomery, ex-recordista mundial dos 100 metros rasos, foi condenado nesta sexta-feira a 46 meses de prisão, devido a envolvimento em um esquema de falsificação de cheques. O ex-atleta, de 33 anos, foi considerado culpado no processo em que era acusado de depositar 1,1 milhão de euros (R$ 2,8 milhões) em cheques falsos.Aposentado desde 2005, quando foi banido do esporte por uso de substâncias proibidas, Montgomery responde ainda por outro processo. Ele é acusado de tráfico de heroína.

Tudo o que sabemos sobre:
Tim Montgomeryfraudedoping

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.