AP
AP

Ex-técnico de boxe dos irmãos Klitschko morre de ataque cardíaco

Aos 67 anos, Fritz Sdunek, treinador de campeões do puglismo mundial, morre após sofrer um ataque cardíaco nesta-segunda-feira

Estadão Conteúdo

22 de dezembro de 2014 | 16h13

Um dirigente do boxe alemão confirmou que Fritz Sdunek, técnico de boxe que já treinou os irmãos ucranianos Vitali e Wladimir Klitschko, entre outros campeões do pugilismo mundial, morreu aos 67 anos de idade. Thomas Puetz, presidente da Federação Alemã de Boxeadores Profissionais, disse que o treinador morreu nesta segunda-feira após sofrer um ataque cardíaco.

Sdunek treinou Vitali Klitschko para levá-lo a uma série de títulos como peso pesado no boxe. Ele também foi mentor do alemão Felix Sturm, campeão dos médios, e também do polonês Dariusz Michalczewski, campeão dos meio-pesados. Já como um treinador na Alemanha Oriental, ele levou Andreas Zuelow, pugilista do extinto país, à medalha de ouro nos Jogos Olímpicos de 1988, em Seul.

Por meio de sua página no Twitter, Sturm lamentou a morte de Sdunek. "Palavras não podem expressar a dor... Fritz, eu nunca vou esquecer você", disse. Puetz, por sua vez, disse que "o boxe mundial perdeu uma grande personalidade".

Tudo o que sabemos sobre:
boxeFritz Sdunek

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.