''Excesso de política'' rouba prazer de Hamilton

O campeão do mundo, Lewis Hamilton, da McLaren, comentou estar "enjoado" com tanta política na Fórmula 1. "Eu nunca imaginei que seria assim quando cheguei à competição, foi um choque. Era muito mais gostoso nas categorias menores, onde as pessoas e as equipes estão lá para correr." Em entrevista ao jornal "The Times", de Londres, o piloto inglês de 24 anos comentou, ainda, se ressentir da pena sofrida por ter mentido aos comissários do GP da Austrália. Ele perdeu os pontos do terceiro lugar. "A sensação é semelhante à de um prisioneiro que não se sente culpado, ainda que eu tenha cometido um erro em Melbourne." Todo esse desgaste não afeta sua performance. "Mas afeta minha vida. Eu adorava a F-1, mas parte desse prazer me foi retirado."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.